30/11/2009

Deficiêcias* por Mario Quintana!

DEFICIÊNCIAS,

Mario Quintana (escritor gaúcho nascido em 30/07/1906 e morto em 05/05/1994 .



"Deficiente" é aquele que não consegue modificar sua vida, aceitando as imposições de outras pessoas ou da sociedade em que vive, sem ter consciência de que é dono do seu destino.

"Louco" é quem não procura ser feliz com o que possui.

"Cego" é aquele que não vê seu próximo morrer de frio, de fome, de miséria, e só tem olhos para seus míseros problemas e pequenas dores.

"Surdo" é aquele que não tem tempo de ouvir um desabafo de um amigo, ou o apelo de um irmão. Pois está sempre apressado para o trabalho e quer garantir seus tostões no fim do mês.

"Mudo" é aquele que não consegue falar o que sente e se esconde por trás da máscara da hipocrisia.

"Paralítico" é quem não consegue andar na direção daqueles que precisam de sua ajuda.

"Diabético" é quem não consegue ser doce.

"Anão" é quem não sabe deixar o amor crescer.

E, finalmente, a pior das deficiências é ser miserável, pois:

"Miseráveis" são todos que não conseguem falar com Deus.


"A amizade é um amor que nunca morre."


Então pessoal, espero que tenham gostado do texto do maravilhoso Quintana.
Big Bjokas*

08/09/2009

Simple life***Canção do dia de sempre****



Tão bom viver dia a dia...

A vida assim, jamais cansa...





Viver tão só de momentos

Como estas nuvens no céu...

E só ganhar, toda a vida,

Inexperiência... esperança...

E a rosa louca dos ventos

Presa à copa do chapéu.

Nunca dês um nome a um rio:

Sempre é outro rio a passar.

Nada jamais continua,

Tudo vai recomeçar!

E sem nenhuma lembrança

Das outras vezes perdidas,

Atiro a rosa do sonho

Nas tuas mãos distraídas...









Mario Quintana


Jamais vamos nos cansar de ser bons, de fazer o bem, de ser o bem...

Estou num momento muito Mário em minha vida***



Todos temos nossos momentos, vamos respeitar a nos mesmos, e assim nos sentir bem melhor!

Vamos viver um dia de cada vez, e ser feliz um dia da cada vez, é assim que deve ser*



Positividade é o que há***



Big bjoks e muita luz no dia de vocês*

A Vida*** é....

A vida é como um pequeno barco tripulado à deriva no oceano.

A água salgada do mar é o alicerce que sustenta a embarcação. Nossa educação, formação e índole são os alicerces da nossa vida profissional e pessoal.

Assim como o barco está para o oceano, nossa vida profissional está para as conquistas e as oportunidades.

O objetivo é a sobrevivência. Durante esta travessia, nos deparamos com tempestades e tormentas.Estas intempéries traduzem-se nas pessoas que querem nos prejudicar durante nossa jornada.

As calmarias são os momentos bons, as reflexões e a contribuição dos verdadeiros amigos. Firmes, continuamos sobrevivendo mesmo com as fúrias da natureza.

A chuva nos fornece a água doce, essencial para a vida, o mar nos fornece o alimento.

O objetivo é aportarmos num local seguro em terra firme, mesmo sabendo que você nunca esteve lá.Não sabemos se vamos encontrar um ambiente hostil ou de paz. Se for hostil, torne-o de paz. Se for de paz, torne-o eterno.

Assim, é a nossa vida durante a pequena passagem que temos por aqui.

O mais importante é não desanimar e sempre saber ouvir mais do que escutar.Se você ESCUTAR uma bela canção, a letra e a música podem não fazer sentido.

Mas se você OUVÍ-LA, compreenderá o sentido da letra e a razão da música.

Lembre-se: “Fácil é ouvir. Difícil é escutar. Ver é fácil. Difícil é enxergar. Chegar ao cérebro é fácil. O difícil é chegar ao coração”.

Big bjokas e bom inicio de semana e retorno a todos***

17/08/2009

Cedo ou tarde de mais***....

Boa segunda feira pessoal lindo e querido!
Bom, final de semana bom, calorzinho aqui no Sul, maravilhoso!

Bom, hoje trago uma mensagem que recebi de uma colega de trabalho depois de ter falado para ela o fato desagradável de ter ouvido em algum momento do meu final de semana perfeito "VAI TARDE"... sim, tive o desprazer de ter ouvido isso, poderia dizer que foi insignificante, mas não foi... dos males e defeitos, os meus são os menores, posso corrigir... mas em fim... o fato é que percebi a tempo... que mais fácil é você falar tudo que te aborrece, tudo que te incomoda diretamente para as pessoas, do que jogar pelas costas... pois como diz a mensagem a seguir demorar a cair na real pode ser tarde de mais!
Tarde de mais para ver que cometeu besteiras...e que falsidade, arrogancia não levam a nada.

"A sociedade quer definir o que é certo."
São quatro loucuras da sociedade:

- A primeira é: instituir que todos têm de ter sucesso, como se ele não tivesse significados individuais.
- A segunda loucura é: Você tem de estar feliz todos os dias.
- A terceira é: Você tem que comprar tudo o que puder. O resultado é
esse consumismo absurdo.
- Por fim, a quarta loucura: Você tem de fazer as coisas do jeito certo. Jeito certo não existe. Não há um caminho único para se fazer as coisas.
As metas são interessantes para o sucesso, mas não para a felicidade.
Felicidade não é uma meta, mas um estado de espírito. Tem gente que
diz que não será feliz enquanto não casar, enquanto outros se dizem
infelizes justamente por causa do casamento.
Você pode ser feliz tomando sorvete, ficando em casa com a família ou amigos verdadeiros, levando os filhos para brincar ou indo à praia ou ao cinema.
Quando era recém-formado em São Paulo, trabalhei em um hospital de pacientes terminais. Todos os dias morriam nove ou dez pacientes. Eu
sempre procurei conversar com eles na hora da morte.
A maior parte pega o médico pela camisa e diz: "Doutor, não me deixe morrer. Eu me sacrifiquei a vida inteira, agora eu quero aproveitá-la e.
ser feliz".
Eu sentia uma dor enorme por não poder fazer nada. Ali eu aprendi que a felicidade é feita de coisas pequenas.
Ninguém na hora da morte diz se arrepender por não ter aplicado o dinheiro em imóveis ou ações, ou por não ter comprado isto ou aquilo, mas sim de
ter esperado muito tempo ou perdido várias oportunidades para aproveitar
a vida. "

Fomos criados para vivermos a vida em toda a sua plenitude, para sermos felizes, sermos livres... não se deixe escravizar... não seja escravo da ganância... do egoísmo... da amargura... do ressentimento...da falta de tempo... Tenha tempo para Deus, para sua família, para você mesmo!
Seja livre para amar...para perdoar...para sonhar...para viver !

"Não espere a hora da sua morte para lembrar-se de que é preciso aproveitar a vida e ser feliz!"

Roberto Shinyashiki (autor)

Bjokas e ate a tardezinha com um post bem legal sobre pinceis!
Big bjokas*

15/08/2009

Woodstock: 40 Anos.... remember***

Capa do LP do festival, Nick e Bobbi Ercoline seguem juntos após 40 anos.‘Não mudou nada, ainda somos daquele jeito’



Nick e Bobbi Ercoline são protagonistas de uma das histórias mais românticas do movimento hippie. O casal que virou ícone da geração Woodstock ao figurar na capa do álbum e no pôster do documentário sobre o festival, lançado em 1970, está junto até hoje e ainda mora próximo a Bethel, cidadezinha no estado de Nova York, onde há 40 anos (entre 15 e 17 de agosto) centenas de milhares de pessoas se reuniram para celebrar "3 dias de paz e música".“Acho que a nossa foto resume bem a ocasião. Ela simboliza todo o evento por traduzir a paz que reinava por lá. É uma foto de um casal de jovens, que estavam cansados e molhados, mas também calmos, em paz e profundamente apaixonados"



Nick diz que outra impressão importante foi o clima de liberdade que havia tomado Woodstock, com suas camisetas e vestidos tingidos em tie-dye e rodas de violão em torno das fogueiras. “Você via coisas acontecendo que normalmente não veria. A polícia estava lá com uma atitude de não mexer com as pessoas. Ou seja, as coisas que fazíamos, legais ou ilegais, eram toleradas por eles – e por nós também. Existia a liberdade de fazer basicamente o que se quisesse, e nós fizemos”.
O único inimigo parecia ser a chuva que castigou a fazenda constantemente durante o fim de semana e a consequente lama. Mas nem isso afastou o jovem casal.

“Nós ficamos desconfortáveis com a lama, e outras pessoas também – algumas ficaram incomodadas ao ponto de tirar a própria roupa. Nós tínhamos vinte anos de idade, quem se importava com uma chuvinha?”.

O sonho não acabou


Nick, que hoje é funcionário público no Condado de Orange, em Nova York, acha que o legado de Woodstock permanece vivo. “A minha geração mostrou para as pessoas que era possível questionar as autoridades. Você não tem que aceitar que o que você acredita é errado. Nós fizemos isso nos anos 60 contra a Guerra do Vietnã. Aquilo mudou a maneira que vemos a política hoje.”

A música é um dos elementos mais importantes na opinião de Nick – é ela que faz os jovens de hoje conhecerem o que aconteceu nos anos 60, os movimentos políticos (direitos civis, feminismo, pacifismo) e artísticos da época que pavimentaram o caminho para a eleição de um presidente como Obama.

“Não acho que os ideais da minha geração desapareceram. Nós somos orgulhosos das conquistas que tivemos – olha para o nosso presidente atual”. Ao mesmo tempo ele não acha que seja fácil aparecer um Woodstock para as novas gerações. “Woodstock aconteceu, não foi planejado daquele jeito. E recriar aquele evento é virtualmente impossível. Pode voltar a acontecer, mas não será planejado, vai ser de uma hora para outra”.

Fama inesperada


Virar a imagem “oficial” do festival garantiu ao casal uma fama inesperada, até mesmo em outros países. “Nós estávamos na Alemanha e as pessoas nos reconheciam na rua. No hotel nós nem precisamos dizer nossos nomes para o atendente, ele sabia exatamente quem éramos.” Mas Nick diz que sabe lidar bem com o status de “celebridade hippie”. “Na maior parte das vezes é divertido, mas às vezes ficamos com vergonha”. Além disso, eles recebem centenas de pedidos de autógrafos pelo correio, que costumam responder quando têm tempo. “As pessoas mandam as capas do disco, artigos de jornal (para autografar), mandam pequenos pedaços de papel e pedem para que desenhemos algo. Também sempre temos universitários e colegiais nos ligando e pedindo para fazer entrevistas por telefone, para seus cursos de ‘Estudos dos anos 60’. Ficamos felizes com isso”. Se tivesse de resumir Woodstock para um desses estudantes de hoje, Nick diria: “a principal mensagem de Woodstock foi: ‘olhe, nós somos jovens, é isso que fazemos. Nos juntamos e ficamos mais fortes para protestar contra o que estava acontecendo naquele momento, e também nos divertirmos e nos curtirmos. Ajudamos uns aos outros, e fomos embora em paz’”.




Marco máximo do movimento hippie, o Festival de Woodstock foi um evento de paz, amor... e música. Durante os três dias do evento, que foi realizado entre os dias 15 e 17 de agosto de 1969 em uma fazenda na comunidade rural de Bethel (NY), 31 atrações musicais passaram pelo palco do festival, incluindo apresentações lendárias como as do guitarrista Jimi Hendrix e a da cantora Janis Joplin.

A lista inclui: "Evil ways" (Santana), "St. Stephen" (Grateful Dead), "Bad moon rising" (Creedence Clearwater Revival), "Piece of my heart" (Janis Joplin with The Kozmic Blues Band), "Dance to the music" (Sly and the Family Stone), "My generation" (The Who), "White rabbit" (Jefferson Airplane), "With a little help from my friends" (Joe Cocker), "Suite: Judy Blue Eyes" (Crosby, Stills, Nash and Young) e "Purple haze" (Jimi Hendrix).


Jimi Hendrix

O guitarrista Jimi Hendrix encerrou Woodstock em grande estilo, tocando praticamente na manhã da segunda-feira (dia 18 de agosto), e foi um dos principais artistas a ajudar o festival a se tornar uma lenda da contracultura. Além de clássicos como “Purple haze”, “Foxy lady” e “Voodoo child”, o guitarrista (acompanhado de uma banda de transição entre a Experience e a Band of Gypsys) improvisou uma versão assustadora e eletrificada de “Star spangled banner”, o hino nacional americano, com direito a efeitos simulando tiros de metralhadora e bombas caindo. O gênio da guitarra acabou morrendo pouco mais de um ano depois, em setembro de 1970.


Janis Joplin

Outro grande símbolo da geração hippie, Janis Joplin foi uma das principais estrelas do segundo dia do festival, no sábado (16). Acompanhada da sua Kozmic Blues Band, tocou um repertório que poderia funcionar perfeitamente como uma coletânea com suas melhores faixas até aquele momento, com “Piece of my heart”, “Summertime” e “Ball ‘n’chain”. Em fevereiro do ano seguinte, antes de lançar o álbum “Pearl”, Janis visitou o Brasil, onde teve um relacionamento com o roqueiro Serguei. Mas em outubro de 1970 morreria de overdose em Los Angeles, aos 27 anos – mesma idade de Hendrix.


Santana

O guitarrista mexicano Carlos Santana estava no começo da carreira quando tocou em Woodstock - havia lançado há pouco seu primeiro álbum, pela gravadora Columbia. Precursor do rock latino, Santana foi uma das principais revelações do festival. O repertório foi todo baseado no seu disco de estreia (suas faixas mais conhecidas, como “Samba pa ti”, só apareceriam em “Abraxas”, de 1970), com a clássica “Evil ways”, além de “Soul sacrifice” e “Jingo”.

The Who

Os ingleses destruidores de instrumentos estavam no auge da forma quando tocaram em Woodstock, com direito a um set de 25 músicas que incluía clássicos (“My generation”), covers (“Summertime blues”) e a ópera-rock “Tommy” completa, executada na ordem original. Uma das lendas diz que o ativista do LSD Abbie Hoffman subiu ao palco no meio do show para “denunciar” a banda como “vendida”, mas foi expulso a guitarradas por Pete Towsend, que ainda aproveitou o episódio para compor a música “Won’t get fooled again”, de 1971.


Creedence Clearwater Revival

A fábrica de hits californiana (que soava como se tivesse vindo da blueseira Louisiana) teve o azar de se apresentar logo após o Grateful Dead. Por conta das longas jams do Dead, o Creedence Clearwater Revival imaginou que a maior parte dos fãs tinha ido dormir, mas o fato é que o guitarrista e líder, John Fogerty, achou a apresentação do próprio grupo abaixo da média e proibiu a banda de entrar para o documentário do festival. Ainda assim o setlist é recheado de pérolas como “Bad moon rising”, “Proud Mary” e “Susie Q”.






E então pessoal?

Reelembraram os tempos antigos, que talvez pessoas de nossas familias ja tenham passado?

Bom, não sei se meus pais foram em alguma festa desse genero, mas sei e pelo que vejo nas fotos que o estilo de vida era mais ou menos esse, reunir a galera a um som legal e viver a vida!



Acho que gostaria de ter nascido nesse tempo, mas não deu vim nesse e já esta de bom tamanho... Curta a vida ao máximo que puder... para depois ter história para contar!!!!



Espero que tenham gostado!


Big bjokas*








Fonte: Ego.com.br

13/08/2009

Amor á profissão***

Oi gente, eu admiro pessoa que entram no personagem, que doam seu amor a arte de interpretar, experiência própria, anoooos de teatro... mas não vem ao caso nesse acaso!
OLhem só hoje estou no FoFys da Amandinha, passem por lá, no...Elas falam sobre.... !

Vão lá espiar!

POis bem... continuando...
Ontem no G1, vi essa matéria que me chamou muito atenção, dessa atriz que para interpretar um personagem, mais do que isso para ir no teste de elenco cortou seus cabelos curtíssimos.
"Quando foi chamada para fazer um teste para o filme "Se nada mais der certo", a atriz Caroline Abras apostou alto: passou a tesoura nas longas madeixas louras e já chegou ao local parecendo um menino, de cabelo bem curtinho e seios achatados por uma faixa, debaixo de uma camisa larga. "Foi um risco, uma maluquice, mas isso é para se ter ideia de como eu queria aquele papel no filme", conta a atriz, que atualmente interpreta a fofoqueira Jacira na novela "Paraíso". "Deixei aflorar meu lado masculino; me despi da minha vaidade 100%", conta."

No longa-metragem, que chega aos cinemas nesta sexta-feira (14), Caroline interpreta Marcim, uma transexual do submundo paulistano que se envolve em uma série de golpes ao lado de dois outros desgarrados da sociedade, Leo (Cauã Reymond) e Wilson (João Miguel). "Ele é um homem em corpo de mulher, malandro para a vida e ingênuo para o coração", diz Caroline sobre seu personagem no filme de José Eduardo Belmonte (de "A cocepção").
Em entrevista ao G1, a atriz de 22 anos conta que chegou a frequentar a noite da Rua Augusta, em São Paulo, para conhecer pessoas que se parecessem com Marcim e pudessem ajuda-la a criar o personagem. "Foi um trabalho de muita entrega, uma explosão de sentimentos", diz.

"O mais difícil nesse trabalho foi conquistar esse estofo do Marcim, entender o sofrimento e a rejeição a que ele está submetido, na família e na sexualidade", afirma a atriz paulistana, que diz ter se inspirado em suas próprias angústias para dar profundidade ao personagem. "Ser atriz também é enfrentar seus próprios demônios", completa.

Pois bem, todo sofrimento e investimento tem sua recompensa, foi eleita melhor atriz no Festival do Rio, que também reconheceu o longa de Belmonte, como melhor ficção de amostra.

Eu já achava ela o máximo no papel da fofoqueira da novela Paraíso... depois disso então que eu vi na matéria, cheguei a conclusão que vale a pena ver o filme!


E vocês?
Vão assistir como eu? O que acham do feito da moça?
Aguardo vocês por aqui!
Big bjokas*

O som do coração*** Lindooo de mais***

OI genteee, agora venho dar uma dica de filme... para que gosta de amor e emoção!

Sabe o filme que você não da nada, ainda mais aquele indicado pela amiga que trabalha em locadora, assiste filmes o dia todo, vem na boa fé e te indica um... e você leva por levar?

Bem foi assim na quarta feira de noite... A Schê me indicou O SOM DO CORAÇÃO... e eu não dei a mínima... mas bato na boca ene vezes... pois ameiiii!


Simplesmente lindoooo.

Me emocionei pacas! Também não seria diferente pisciana emotiiiiva*


Um jovem que cresceu em um orfanato possui um grande dom musical, usando-o para tentar reencontrar seus pais. Com Freddie Highmore, Robin Williams, Keri Russell, Jonathan Rhys Meyers e Terrence Howard. Recebeu uma indicação ao Oscar.

August Rush (Freddie Highmore) é resultado de um encontro casual entre um guitarrista e uma violoncelista. Crescido em orfanato e dotado de um dom musical impressionante, ele se apresenta nas ruas de Nova York ao lado do divertido Wizard (Robin Williams). Contando apenas com seu talento musical, August decide usá-lo para tentar reencontrar seus pais.


Elenco

Freddie Highmore (August Rush)

Keri Russell (Lyla Novacek)

Jonathan Rhys Meyers (Louis Connelly)


Leon G. Thomas III (Arthur)

Terrence Howard (Richard Jeffries)

Jamia Simone Nash (Hope)


Alex O'Loughlin (Marshall)

Aaron Staton (Nick)

Jamie O'Keefe (Steve)



Curioso que:

Robin Williams declarou que se baseou no cantor Bono, da banda U2, na composição do personagem Wizard.




Eu particularmente achei fantástico... curti muito.
E então alguém já assistiu?
Gostou?

Espero saber mais sobre os filme e ter indicado algo bom para quem não viu ainda!

Como sempre

big bjokas*
















16/07/2009

Amor de mãe, não tem preço***

Olá... olha eu aqui novamente!
É que realmente quando acho coisas ,lindas e demonstrações de amor assim como essa da foto abaixo não resisto e venho aqui mostrar para vocês!!!
POrque claro sei que vcs gostam també!
Gentiii, olha o que o mundo animal nos reservou dessa vez: uma cachorrinha na China adotou dois filhotes de urso Panda vermelho!
Amei, quase pirei quando vi a foto fofaaaa!

Cadela 'adota' filhotes de panda-vermelho na China!

Eles foram abandonados pela mãe em zoo em província de Shanxi.Leite e carinho da 'mãe adotiva' estão salvando os bebês, diz mídia estatal.
Cadela amamenta dois filhotes de panda-vermelho nesta quarta-feira (16) em zoológico na cidade chinesa de Taiyuan, na província de Shanxi. Os filhotes foram abandonados pela mãe depois do nascimento e só estão sobrevivendo por conta do leite e do carinho da 'mãe adotiva', segundo a mídia estatal chinesa. {(fonte g1)}
Gentiiii que graça não?
Amor de mãezinha para esses dois por um tempo é o que não vai faltar... mas só enquanto forem picuruchinhos! Porque imagina só quando se desenvolverem!!!
Graça, que graça, adorei!
E vocês também né?
Gostaram?!!!
Bjokas*

13/07/2009

The best friends***






































Aos meu queridos amigos de verdade!


Amigo pode ser aquele que te dá mão para te ajudar, ... amigo de verdade vê os teus defeito e mostra todos para você... amigo, amigo mesmo são poucos ou são muitos?

Amigos, são os que a gente conhece pessoalmente ou virtualmente, mas que a gente sente que pode confiar, que a gente sente verdade!


Até hoje... eu sempre me preocupei em achar a galera certa, os amigos perfeitos, só que eu nunca me liguei que eu já tinha tudo do meu lado.


Do meu lado eu tenho os mais loucos e doidos, os mais inteligentes, sagazes, palhaços, alegres, que me alegram ate quando eu não sei se é possível se alegrar, tenho comigo os mais românticos, os mais bonitos, ou mais tímidos, os mais explosivos.


Tem os que são doidos, doidos... ah tem os que eu pagaria para ter do lado, mas que só através da tela! Mas que são amigos!


Tenho comigo, sempre, sempre mesmo comigo os que não desistem de mim, mesmo após várias frustrações, e erros cometidos, sempre recebo uma segunda chance, mesmo que ela seja a milionésima vez!


Acreditem eu tenho sempre comigo, amigos de fé irmãos camaradas, de tantas jornadas!


Ah e que jornadas, de festa, de acampamento, de sonhos, de desilusões, de fantasia, de esperança... eu tenho sempre comigo as melhores pessoas do mundo, os mais francos, os mais sinceros, os mais absurdamente legais!


E como são legais!

E como eu amo!

E são minha família, minha irmã, meu irmão, tenho vários!

Não é preciso pacto nenhum, nem muita melação, basta um simples olhar, um lindo sorriso eu sei que estão feliz, percebo quando estão triste e quando tão de mau humor principalmente!


Já teve choro, já teve grito, já teve gente empenhada sem carona, teve muito chingão.. mas sempre teve muita amizade!


Aquela amizade que nada abala...

A amizade que um protege o outro, onde ciumes ai embora depois de alguns filme e conversas... no final a gente sempre se entende, sempre!

Porque somos os melhores amigos que poderíamos ter, são os melhores e mais sinceros amigos que eu poderia ter!

São as pessoas que eu amo incondicionalmente para sempre!

Porque amigo de verdade nunca te abandona... nem quando você mais precisa!

Amigos, levo vocês no meu coração, como sempre para sempre!



Ouu shiitt!

Amo pra caramba esse pessoal que diretamente ou indiretamente esta sempre do meu lado!

O carinho é verdadeiro!

Podem acredita!


Bjokas*