23/12/2010

Um Sol Diferente***


Nestes próximos dias eu lhe desejo um sol diferente.

Que apesar de todas as dificuldades,
apesar de algumas tristezas que insistem,
que mesmo com essa montanha erguida,
o sol possa ser seu presente mais doce.

Desejo ao seu coração o querer que ele quer.
Que nas palavras que ele sussurra dentro do seu peito,
sejam ouvidas aquelas que têm sabor de liberdade.
Que você esteja atendo para o sopro da sua vontade real,
e jamais desista dos seus passos em direção à verdade.


Desejo que você aceite seu tempo, seja ele qual for.
Que sinta serenidade na espera necessária
para que a semente plantada brote no tempo certo.


Desejo a você um sol diferente.

Espalhando seu sorriso pela densidade das nuvens,
simplificando o aspecto complicado de alguns momentos
e mostrando-lhe a fonte essencial para sua sede.

Desejo que a cada instante você desnude mais seu coração
e deixe que nele vibre em tom maior: O AMOR .

O amor na sua expressão mais simples.
Que não mede, não faz contas
e que tem o poder de lhe erguer
acima de todas as montanhas escuras



 Mega bjoks... um maravilhoso começo e um fim de retrospectivas positivas!

15/09/2010

Love*


tudodebom.com é este meu filhote*

Mega bjokas...

05/09/2010

Crônica do Amor***


 Crônica do Amor
Ninguém ama outra pessoa pelas qualidades que ela tem, caso contrário os honestos, simpáticos e não fumantes teriam uma fila de pretendentes batendo a porta.

O amor não é chegado a fazer contas, não obedece à razão. O verdadeiro amor acontece por empatia, por magnetismo, por conjunção estelar.

Ninguém ama outra pessoa porque ela é educada, veste-se bem e é fã do Caetano. Isso são só referenciais.

Ama-se pelo cheiro, pelo mistério, pela paz que o outro lhe dá, ou pelo tormento que provoca.

Ama-se pelo tom de voz, pela maneira que os olhos piscam, pela fragilidade que se revela quando menos se espera.

Você ama aquela petulante. Você escreveu dúzias de cartas que ela não respondeu, você deu flores que ela deixou a seco.

Você gosta de rock e ela de chorinho, você gosta de praia e ela tem alergia a sol, você abomina Natal e ela detesta o Ano Novo, nem no
ódio vocês combinam. Então?

Então, que ela tem um jeito de sorrir que o deixa imobilizado, o beijo dela é mais viciante do que LSD, você adora brigar com ela e ela adora implicar com você. Isso tem nome.

Você ama aquele cafajeste. Ele diz que vai e não liga, ele veste o primeiro trapo que encontra no armário. Ele não emplaca uma semana nos empregos, está sempre duro, e é meio galinha. Ele não tem a
menor vocação para príncipe encantado e ainda assim você não consegue despachá-lo.

Quando a mão dele toca na sua nuca, você derrete feito manteiga. Ele toca gaita na boca, adora animais e escreve poemas. Por que você ama
este cara?

Não pergunte pra mim; você é inteligente. Lê livros, revistas, jornais. Gosta dos filmes dos irmãos Coen e do Robert Altman, mas sabe que uma boa comédia romântica também tem seu valor.

É bonita. Seu cabelo nasceu para ser sacudido num comercial de xampu e seu corpo tem todas as curvas no lugar. Independente, emprego fixo, bom saldo no banco. Gosta de viajar, de música, tem loucura
por computador e seu fettucine ao pesto é imbatível.

Você tem bom humor, não pega no pé de ninguém e adora sexo. Com um currículo desse, criatura, por que está sem um amor?

Ah, o amor, essa raposa. Quem dera o amor não fosse um sentimento, mas uma equação matemática: eu linda + você inteligente = dois apaixonados.

Não funciona assim.

Amar não requer conhecimento prévio nem consulta ao SPC. Ama-se justamente pelo que o Amor tem de indefinível.

Honestos existem aos milhares, generosos têm às pencas, bons motoristas e bons pais de família, tá assim, ó!

Mas ninguém consegue ser do jeito que o amor da sua vida é! Pense nisso. Pedir é a maneira mais eficaz de merecer. É a contingência maior de quem precisa.
Arnaldo Jabor


Então ele fala a verdade.... aquela que é sem dúvidas...sem a gente notar a mais dura u pura realidade.
Para quem gosta... boa leitura!


 Mega bjokas pessoal lindoooo*

20/08/2010

O vírus da FeLiCidaDe*

Foto:  Stock Photos, Divulgação
Olá... está comprovado... é contagioso!
Sempre bom poder mostrar coisa assim por aqui... espero que gostem*
É bem legal a matéria seguir, vale a pena ler...

Estudo americano mostra que contato direto pode transmitir felicidade

Quão contagiosa pode ser a felicidade? Muito, dizem pesquisadores americanos. Um estudo recente realizado pela Harvard Medical School e pela Universidade da Califórnia descobriu que a felicidade é como um vírus, transmitido por redes sociais, como a família, os amigos próximos e os vizinhos.

Tristeza, no entanto, não parece se espalhar na mesma proporção de acordo com o estudo, que examinou níveis de felicidade de quase 5 mil pessoas em um período de 20 anos.

Enquete: você se sente mais feliz quando está com seus amigos?

A pesquisa constatou que a felicidade de uma pessoa começa em uma reação em cadeia que envolve amigos, amigos dos seus amigos, e amigos de seus amigos amigos. Portanto, a felicidade pode ser consequência da felicidade de pessoas que não se conhecem. Os efeitos, segundo os pesquisadores, aparentemente, podem durar até um ano, mas podem se deteriorar ao longo do tempo e com a separação geográfica.

Os pesquisadores acreditam que o contato face-a-face é um dos fatores mais importantes para que a felicidade se espalhe.

Proximidade de amigos afeta felicidade:

Quanto mais próximo um amigo é, mais provável que este possa transmitir alegria, afirma a pesquisa. De acordo com dados do estudo, um amigo feliz vivendo a meia milha de distância tem 42% de chances de influenciar na felicidade do outro. O mesmo amigo, vivendo a duas milhas de distância só tem 22% de chance de afetar o humor do outro.

Quanto mais próximo vive um amigo, mais ele transmite alegria ao outro

Então vamos contagiar... e contagiar... espelhar esse vírus, ops! sentimento bom.... afinal nós temos este  poder*
Bom final de semana a todos...

Mega bjokas*

08/08/2010

Solidão Contente* vale a pena ler****

Oi pessoal, eu recebi a mensagem abaixo por e-mail e achei legal compartilhar... 

A foto... é numa tarde de domingo...capital gaúcha, calma, tranquila, vazia... mas cheia de si*
 Espero que gostem...
 
 
 Solidão contente
O que as mulheres fazem quando estão com elas mesmas
 
IVAN MARTINS
É editor-executivo de ÉPOCA

 
Ontem, eu levei uma bronca da minha prima. Como leitora regular desta coluna, ela se queixou, docemente, de que eu, às vezes, escrevo sobre “solidão feminina” com alguma incompreensão.

Ao ler o que eu escrevo, ela disse: as pessoas podem ter a impressão de que as mulheres sozinhas estão todas desesperadas – e não é assim! Muitas mulheres estão sozinhas e estão bem! Escolhem ficar assim, mesmo tendo alternativas. Saem com um sujeito lá e outro aqui, mas acham que nenhum deles cabe na vida delas. Nessas circunstâncias, decidem continuar sozinhas, por opção.

Minha prima sabe do que está falando. Ela foi casada muito tempo, tem duas filhas adoráveis, ela mesma é uma mulher muito bonita, batalhadora, independente – e mora sozinha.

Ontem, enquanto a gente tomava uma taça de vinho e comia uma tortilha ruim no centro de São Paulo, ela me lembrou de uma coisa importante sobre as mulheres: o prazer que elas têm de estar com elas mesmas.

“Eu gosto de cuidar do cabelo, passar meus cremes, sentar no sofá com a cachorra nos pés e curtir a minha casa”, disse a prima. “Não preciso de mais ninguém para me sentir feliz nessas horas”.

Faz alguns anos, eu estava perdidamente apaixonado por uma moça e, para meu desespero, ela dizia e fazia coisas semelhantes ao que conta a minha prima. Gostava de deitar na banheira, de acender velas, de ficar ouvindo música ou ler. Sozinha. E eu sentia ciúme daquela felicidade sem mim, achava que era um sintoma de falta de amor.
 
Hoje, olhando para trás, acho que não tinha falta de amor ali. Eu, quem era desesperado, inseguro, carente. Tivesse deixado a mulher em paz, com os silêncios e os sais de banho dela, e talvez tudo tivesse andado melhor do que andou.

Ontem, ao conversar com a minha prima, me voltou muito claro uma percepção que sempre me pareceu assombrosamente evidente: a riqueza da vida interior das mulheres comparada à vida interior dos homens, que é muito mais pobre.

A capacidade de estar só e de se distrair consigo mesma revela alguma densidade interior, mostra que as mulheres (mais que os homens) cultivam uma reserva de calma e uma capacidade de diálogo interno que muitos homens simplesmente desconhecem.

A maior parte dos homens parece permanentemente voltada para fora. Despeja seus conflitos interiores no mundo, alterando o que está em volta. Transforma o mundo para se distrair, para não ter de olhar para dentro, onde dói.

Talvez, por essa razão, a cultura masculina seja gregária, mundana, ruidosa. Realizadora, também, claro. Quantas vuvuzelas é preciso soprar para abafar o silêncio interior? Quantas catedrais para preencher o meu vazio? Quantas guerras e quantas mortes para saciar o ódio incompreensível que me consome?

A cultura feminina não é assim. Ou não era, porque o mundo, desse ponto de vista, está se tornando masculinizado. Todo mundo está fazendo barulho. Todo mundo está sublimando as dores íntimas em fanfarra externa. Homens e mulheres estão voltados para fora, tentando fervorosamente praticar a negligência pela vida interior – com apoio da publicidade.

Se todo mundo ficar em casa com os seus sentimentos, quem vai comprar todas as bugigangas, as beberragens e os serviços que o pessoal está vendendo por aí, 24 horas por dia, sete dias por semana? Tem de ser superficial e feliz. Gastando – senão a economia não anda.

Para encerrar, eu não acho que as diferenças entre homens e mulheres sejam inatas. Nós não nascemos assim. Não acredito que esteja em nossos genes. Somos ensinados a ser o que somos.

Homens saem para o mundo e o transformam, enquanto as mulheres mastigam seus sentimentos, bons e maus, e os passam adiante, na rotina da casa. Tem sido assim por gerações e só agora começa a mudar. O que virá da transformação é difícil dizer.

Mas, enquanto isso não muda, talvez seja importante não subestimar a cultura feminina. Não imaginar, por exemplo, que atrás de toda solidão, há desespero. Ou que atrás de todo silêncio, há tristeza ou melancolia. Pode haver escolha.

Como diz a minha prima, ficar em casa, sem companhia, pode ser um ótimo programa – desde que as pessoas gostem de si mesmas e sejam capazes de suportar os seus próprios pensamentos. Nem sempre é fácil. 
 
 
Bjokas*

23/06/2010

Bolinhas de SaBãO***

Uma menina surpreendeu sua família em Derbyshire, na Inglaterra, ao produzir um golfinho com uma varinha de fazer figuras de sabão.
Shelby Dewey, de 10 anos, estava brincando durante um churrasco na casa da tia-avó Julie quando espantosamente começou a produzir as figuras com o sabão. Um dos familiares de Shelby teve a brilhante ideia de registrar sua arte para a posteridade.
Fonte: Globo.com



Cada coisa bacana que a gente vê por ai... que vale a pena mostrar!
Achei bem legal e espero que curtam...
Sem tempo para postaaaaar!
Arrrrgh!
mega bjokas*

17/06/2010

Friends... bem engraçadinho* A mais pura verdade****

Hoje é sexta feira povooooo!
Uhuul!
E eu vou para Porto Alegreeeeee, tchauuuuuu...adorooooo!o
Voltarie renova e inspirada... o amor de fato faz muito bem...
Agora uma menssagenzinha cute para vocês amores*


 Você conhece o relacionamento entre seus dois olhos?
Eles piscam juntos, eles se movem juntos, eles choram juntos, eles vêem coisas juntos e eles dormem juntos, embora eles nunca vejam um ao outro...
A amizade deveria ser exatamente assim!
Então, espero que tenham gostado... Amigo de verdade é assim mesmo, ajuda como pode, mas nunca deixa na mão...


     Mega bjokas e um bom final de semana....

08/06/2010

Precisando de Amor * por Veríssimo





PRECISANDO DE AMOR 
– Luís Fernando Veríssimo

Quem não gosta de ser amado? Ser paparicado?

Receber atenção especial, presentinhos e beijinhos doces? Quem não gosta de surpresinhas gostosas, beijo na boca e abraços apertados?
Quem é que de livre e espontânea vontade prefere a solidão a uma boa companhia? Ora, todo mundo quer uma boa companhia e de preferência para o todo sempre. Mas conviver com essa "boa companhia" diariamente por 3, 5, 10, 15, 25 anos é que é o difícil.

No começo dos relacionamentos e até 1 ano de vida amorosa, tudo são mais ou menos flores, (se o seu relacionamento tem menos de um ano e já é mais de). Brigas e discussões, (caia fora dessa fria). Não adianta você dizer que depois de três meses apenas que "encontrou o amor de sua vida", porque o amor precisa de convivência para ser devidamente testado. Nesse mundo maluco e agitado, as pessoas estão se  encontrando hoje, se amando amanhã e entrando em crise depois de amanhã.
Uma coisa frenética e louca que tem feito muita gente, que se julgava equilibrada, perder os parafusos e fazer muita besteira. Paixão, loucura e obsessão, três dos mais perigosos  ingredientes que estão crescendo nos relacionamentos de hoje em dia por causa da velocidade das informações e o medo de ficar sozinho.

As pessoas não estão conseguindo conviver sozinhas com seus defeitos, vícios e qualidades, e partem desesperadamente para encontrar alguém, a tal da alma gêmea, e se entregam muitas vezes aos primeiros pares de olhos que piscam para o seu lado.
Vale tudo nessa guerra, chat, carta, agência, festas e até roubar o parceiro de alguém. É uma guerra para não ficar sozinho. Medo? Com medo de se encarar no espelho e perceber as próprias deficiências? Com medo de encarar a vida e suas lutas?
Então a pessoa consegue alguém (ou acha que está nascendo um grande amor), fecha os olhos para a realidade e começa a viver um sonho, trancado em si. Mesmo, nos quartos e no seu egoísmo, a pessoa transfere toda a sua carência para o (a) parceiro (a), transfere a responsabilidade de ser feliz para uma pessoa.

Que na verdade ela mal conhece.

Então, um belo dia, vem o espanto, a realidade, o caso melado, o "falso amor" acaba, e você que apostou todas as suas fichas nesse romance, fica sem chão, sem eira nem beira, e o pior: muitas vezes fica sem vontade de viver.

Pobre povo desse século da pressa!

Precisamos urgentemente voltar o costume "antigo" de "ter tempo", de dar um tempo para o tempo, nos mostrar quem são as pessoas. Namorar é conhecer, é reconhecer, é a época das pesquisas, do reconhecimento...
Se as pessoas não se derem um tempo, não buscarem se conhecer mais, logo em breve teremos milhares de consultórios lotados de "depressivos" e cemitérios cada vez mais cheios de suicidas "seres cansados de si mesmos...".

Faça um bem para si mesmo e para os outros, quando iniciar um relacionamento procure dar tempo para tudo: passeie muito de mãos dadas, converse mais sobre gostos e preferências, conheça a família e mostre a sua, descubra os hábitos e costumes.

Parece careta demais?

Que nada, isso é a realidade que pode salvar o relacionamento e muitas vidas.
Pense nisso e se gostar, passe essa mensagem para frente; quem sabe se juntos, não ajudamos alguém carente de amor a encontrar um motivo para ser feliz?

Muita pretensão?

Não, só vontade de te ver feliz.
 
 
 
Ele escreve divinamente... concordam?
Repassem, vai fazer bem si e para o próximo...

Mega bjokas xuxus...


23/05/2010

*Sutileza Feminina*... para terminar bem o domingo e começar melhor ainda a semana*




*SUTILEZA FEMININA*

 
Um homem telefona para a sua esposa e diz:
- Querida, o  meu chefe convidou a mim e a alguns dos seus amigos
para irmos pescar num lago distante. Vamos ficar fora uma semana. Esta é  
uma excelente oportunidade para eu conseguir a promoção que tenho  
esperado; por isso me prepare roupa suficiente para uma semana, e  também a minha caixa
de apetrechos de pesca. Vamos partir  diretamente daqui do escritório, e vou
passar aí apenas para  apanhar essas coisas.
- Ah.... Por favor, coloque também o meu  pijama novo, aquele de seda azul.
A mulher acha que isso  soa um bocado estranho, mas atende ao pedido do marido.
No  fim-de-semana seguinte, ele regressa da pescaria um tanto cansado; mas, fora isso, nada de anormal. A mulher recebe-o com um beijo e pergunta-lhe se apanharam muitos peixes.
Ele  responde:
- Sim! Muitos pargos, algumas garoupas e uns  poucos carapaus. Mas, por que é que você não colocou o meu pijama  de seda azul, tal como pedi?
A mulher apenas olha fixamente nos olhos dele e responde segura de si:
- Coloquei sim, querido!  Coloquei-o dentro da caixa de apetrechos de pesca.
*Moral da história:
NUNCA DUVIDE DA CAPACIDADE DE  RACIOCÍNIO DE UMA MULHER

(Se eles soubessem com quem estão lidando não fariam tanta besteira...)
Mega bjokas ...
espero que tenham se divertido e dado boas gargalhadas como eu*


12/05/2010

Ser Feliz é uma decisão!*

Olá pessoal, tudo bem?
Por aqui tuuudo chuvoso e friu... eu gosto... devo na outra encarnação ter sido na Sibéria(rsrsrssr) ou algo assim, porque não é normal uma pessoa gostar taaaanto de friu e tempo assim como eu!
Bom, o que aconteceu é que hoje de manhã, eu abri minha caixa de mails, e vi este que minha Tia Rô mandou, para mim e mais pessoas da família... achei bem legal, interessante e puramente verdadeiro... vou compartilhar...
Inclusive compartilho o carinho dela no inicio do e-mail, genteeee, uma queridonaaa ela é!!!



Amores do meu coração! Amadurecer não é uma questão de tempo, mas a decisão de responsabilizar-se por si mesmo.
beijos, beijos,
Rosangela









Recebi de um leitor um texto muito interessante, cujo título, por si só, já induz a reflexão... (Autoria desconhecida)
Durante um seminário para casais, perguntaram a uma das esposas: - “Seu marido lhe faz feliz? Ele lhe faz feliz de verdade?” Neste momento, o marido levantou seu pescoço, demonstrando total segurança. Ele sabia que a sua esposa diria que sim, pois ela jamais havia reclamado de algo durante o casamento. Todavia, sua esposa respondeu a pergunta com um sonoro “NÃO”, daqueles bem redondos! - “Não, o meu marido não me faz feliz”! (Neste momento o marido já procurava a porta de saída mais próxima). “Meu marido nunca me fez feliz e não me faz feliz! Eu sou feliz”. E continuou: “O fato de eu ser feliz ou não, não depende dele; e sim de mim. Eu sou a única pessoa da qual depende a minha felicidade. Eu determino ser feliz em cada situação e em cada momento da minha vida, pois se a minha felicidade dependesse de alguma pessoa, coisa ou circunstância sobre a face da Terra, eu estaria com sérios problemas. Tudo o que existe nesta vida muda constantemente: o ser humano, as riquezas, o meu corpo, o clima, o meu chefe, os prazeres, os amigos, minha saúde física e mental. E assim eu poderia citar uma lista interminável. Eu decido ser feliz! Se tenho hoje minha casa vazia ou cheia: sou feliz! Se vou sair acompanhada ou sozinha: sou feliz! Se meu emprego é bem remunerado ou não: eu sou feliz! Sou casada, mas era feliz quando estava solteira. Eu sou feliz por mim mesma. As demais coisas, pessoas, momentos ou situações eu chamo de “experiências que podem ou não me proporcionar momentos de alegria e tristeza. Quando alguém que eu amo morre eu sou uma pessoa feliz num momento inevitável de tristeza. Aprendo com as experiências passageiras e vivo as que são eternas como amar, perdoar, ajudar, compreender, aceitar, consolar. Há pessoas que dizem: hoje não posso ser feliz porque estou doente, porque não tenho dinheiro, porque faz muito calor, porque alguém me insultou, porque alguém deixou de me amar, porque eu não soube me dar valor, porque meu marido não é como eu esperava, porque meus filhos não me fazem felizes, porque meus amigos não me fazem felizes, porque meu emprego é medíocre e por aí vai. Eu amo meu marido e me sinto amada por ele desde que nos casamos. Amo a vida que tenho, mas não porque minha vida é mais fácil do que a dos outros. É porque eu decidi ser feliz como indivíduo e me responsabilizo por minha felicidade. Quando eu tiro essa obrigação do meu marido e de qualquer outra pessoa, deixo-os livres do peso de me carregar nos ombros. A vida de todos fica muito mais leve. E é dessa forma que consegui um casamento bem sucedido ao longo de tantos anos. Nunca deixe nas mãos de ninguém uma responsabilidade tão grande quanto a de assumir e promover sua felicidade.

Muitas e muitas vezes culpamos pessoas a nossa volta pela nossa felicidade ou infelicidade, 
porém, nunca paramos para analisar, que os únicos
responsáveis por tudo que nos acontece
somos nós mesmos!

Vale a pena ler e pensar sobre nossos atos e atitudes... e se tivermos que ser injustos, que seja com nos mesmo, afinal de contas, é a gente que faz pela gente!

Já conheciam o texto... eu gostei e concordo...
E vocês?
Me contem*

Mega Bjokas... com a pontinha do nariz geladinha
rsrsrs


03/05/2010

O Mundo sem Mulheres*!* por Arnaldo Jabor


O mundo sem mulheres!

 O cara faz um esforço desgraçado para ficar rico pra quê?

  O sujeito quer ficar famoso pra quê?

  O indivíduo malha, faz exercícios pra quê?

  A verdade é que é a mulher o objetivo do homem.

  Tudo que eu quis dizer é que o homem vive em função da mulher.

  Vivem e pensam em mulher o dia inteiro, a vida inteira.

  Se a mulher não existisse, o mundo não teria ido pra frente.

  Homem algum iria fazer alguma coisa na vida para impressionar outro homem, para conquistar sujeito igual a ele, de bigode e tudo.

  Um mundo só de homens seria o grande erro da criação.

  Já dizia a velha frase que 'atrás de todo homem bem-sucedido existe uma grande mulher'.
  O dito está envelhecido. Hoje eu diria que 'na frente de todo homem bem-sucedido existe uma grande mulher'.

  É você, mulher, quem impulsiona o mundo.

  É você quem tem o poder, e não o homem

  É você quem decide a compra do apartamento, a cor do carro, o filme a ser visto, o local das férias.

  Bendita a hora em que você saiu da cozinha e, bem-sucedida, ficou na frente de todos os homens.

  E, se você que está lendo isto aqui for um homem, tente imaginar a sua vida sem nenhuma mulher.

  Aí na sua casa, onde você trabalha, na rua. Só homens.

  Já pensou?

  Um casamento sem noiva?

  Um mundo sem sogras?

  Enfim, um mundo sem metas.

  ALGUNS MOTIVOS PELOS QUAIS OS HOMENS GOSTAM TANTO DE MULHERES:

  1- O cheirinho delas é sempre gostoso, mesmo que seja só xampu.

  2- O jeitinho que elas têm de sempre encontrar o lugarzinho certo em nosso ombro, nosso peito.

  3- A facilidade com a qual cabem em nossos braços.

  4- O jeito que tem de nos beijar e, de repente, fazer o mundo ficar
  perfeito.

  5- Como são encantadoras quando comem.

  6- Elas levam horas para se vestir, mas no final vale a pena.

  7- Porque estão sempre quentinhas, mesmo que esteja fazendo trinta graus abaixo de zero lá fora..

  8- Como sempre ficam bonitas, mesmo de jeans com camiseta e
  rabo-de-cavalo.

  9- Aquele jeitinho sutil de pedir um elogio.

  10- O modo que tem de sempre encontrar a nossa mão.

  11- O brilho nos olhos quando sorriem.

  12- O jeito que tem de dizer 'Não vamos brigar mais, não..'

  13- A ternura com que nos beijam quando lhes fazemos uma delicadeza.

  14- O modo de nos beijarem quando dizemos 'eu te amo'.

  15- Pensando bem, só o modo de nos beijarem já basta.

  16- O modo que têm de se atirar em nossos braços quando choram.

  17- O fato de nos darem um tapa achando que vai doer.

  18- O jeitinho de dizerem 'estou com saudades'.

  19- As saudades que sentimos delas.

  20- A maneira que suas lágrimas tem de nos fazer querer mudar o mundo para que mais nada lhes cause dor.

  

(Arnaldo Jabor) 

Adorooo tudo que ele escreve!!!


E então, aposto que já devem ter lido em algum lugar ou recebido por e-mail, mas é tão legal, que vale a pena compartilhar mais uma vez com vocês.
Afinal Jabor tem tooooooda razão do mundo neste texto.

Gostaram?
Concordam com ele?

Megaaaa bjokas a todas!!!

P.S o moço da foto é um amigo*






22/02/2010

Muitas pessoas...*

Olá pessoal!
Eu recebi por e-mail esta mensagem e achei muito legal e verdadeira, por isso, decidi compartilhar com vocês!

Muitas pessoas vão te dizer NÃO:
  • NÃO chore por ela (ele)
  • NÃO se queixes de ninguem
  • NÃO faça caso 
  • NÃO me esqueças
  • etc.......
Muitas pessoas vão te dizer SIM:
  • SIM quero ser sua namorada(o)
  • SIM Te Amo Muito
  • SIM Você me faz falta
  • SIM você chegou a sua meta
  • SIM penso em você
Muitas pessoas vão te dizer NÃO SEI:
  • NÃO SEI se o que dizes é verdade
  • NÃO SEI se acredito
  • NÃO SEI nada
  • NÃO SEI o que fazer
Mas estou certo de que todos vão querer falar com você, todos vão querer te ouvir e pode ser que não recebas uma boa resposta....
Mas EU:
  • EU sempre vou te ouvir
  • EU sempre vou estar para você
  • EU sempre vou cuidar de você 
  • EU Te Amo
  • EU sou teu amigo
  • EU nunca vou esquecer de você


É fato, que muito disso realmente (óbvio) ouvimos em nossa vida, as vezes nos agrada, oiutras nem tanto.... mas o que vale é o que vem de verdade do coração!

Espero de verdade que faça algum senti para vocês como fez para mim!


 Big bjokas...luz*