18/06/2012

apenas silenciar.* arte de silenciar...


Com o tempo conhecemos pessoas que deixam marcas em nossas vidas. Não sabia que poderiam ser tão fortes, nem mesmo que essas marcas poderiam se ocorrer com um simples olhar.
Não sei o que acontece, a mente fala, mas o coração não obedece. O corpo padece e o que me sobra é a vontade de me calar. Calada fico, em um “extasy” absoluto, algo que somente os loucos poderiam entender. Sim, loucos eu digo! Loucos por acreditarem em amores impossíveis, causas insanáveis e terem ilusões tão profundas que em seu pensamento tornam-se realidade.
Isso pode até ser meio clichê mas se ao menos ele soubesse que em meus pensamentos não importam todas as circunstancias que existem contra nós. Se ao menos também ele notasse que por trás de toda essa seriedade, há alguém que não se importa se ele iria ou não ligar no outro dia, se um dia ele a chamaria de amor, ou que lhe ligasse todos os dias a noite desejando bons sonhos.
Definitivamente com essa situação descobri que não me importo com nada a não ser na vontade de o devorar.
Lamento falar, mas já te devorei várias vezes, todas as vezes em que me viu silenciar. E das tantas vezes que te devorei, foi sem vontade de te esquecer. Procurei te encontrar em pensamentos e não me apegar em ti, mas quando vejo que sinto sua falta, devoro meu coração. Devoro, para que o fruto do que nasceu em mim, saia!
Podem até me achar louca por querer tanto assim, mas os loucos acreditam em amores impossíveis, causas insanáveis, e tem ilusões tão profundas que não devem falar apenas silenciar.

O.o.r

Boa semana a todos...
:D


Créditos
Texto: Ohara Reis
Título: Gisa Dias
Foto: Gisa Dias


Nenhum comentário: