17/09/2012

A hora de sair do ninho**

 
Todo dia um novo dia.
Todo dia pessoas especias ou não em nossas vidas.
Todo dia é um dia de sol, ou um dia de chuva.
Todo dia o passarinho sai do ninho e voa, vai bater suas asinhas pelos ares.
Todo dia levantamos, no mesmo horário, com os mesmos hábitos, com a mesma obrigação, disposição ou não.
 
Voa passarinha, segue feliz, parte da sua jornada e missão foi concluída.
Seus filhotes estão prontos, já sabem voar.
 
Voa para a felicidade, enxuga a lágrima, você já sabe voar.
Deixa este ninho, o que é seu, que você construiu vai se perpetuar...
Voa voa, nossos caminhos sempre vão se cruzar.
Voa, começa tudo novo, sem medo, sem desespero.
 
Encontra um novo ninho, e saiba criar, ensina amar, ensina outros novos bichinhos a voar.
 
Com carinho, para Ana.
 
 
Créditos:
Texto: Gisa
Foto: Gisa/ Antônio Prado - RS
Eu não sei escrever poesia, mas a Ana esta noite me inspirou, e é especialmente para ela que eu dedico meu primeiro texto poético.
Obrigada por me ensinar a bater as asas, a confiar no meu voo.

 

Nenhum comentário: