06/11/2013

Mais amor,



Não preciso de forma alguma dizer se gosto de rosa ou azul.
Se na infância brincava de bola ou boneca.
Isso faz alguma diferença pra vocês hoje?
Aqui, hoje não faz.
Na minha casa, tão pouco, no meio em que convivo, muito menos, para você, espero que menos ainda...
Não importa se minhas amigas usam brincos dourados ou anéis de coquinho.
Faz?
Eu descobri, há pouco, que na verdade a gente, nós, todos nós.
Sim, SIM, todos nós, sem exceção, e pode chiar, não importa quanto, minha opinião não irá mudar, pode bater o pé, eu vou manter até o fim, meu ponto de vista em relação ao assunto, todos nós, desde que nascemos, fomos programados ao amor livre.
Todos fomos ensinados desde pequenos involuntariamente amar sem distinção o mesmo sexo.

Todos gostamos do mesmo sexo desde que nascemos.
Todos sentimos amor pelo mesmo sexo um dia.
Todos.
Parem, e pensem.
Seja por um amigo, amiga, professor, professa, colega de trabalho, amiguinho, amiguinha, vizinho, vizinha, primo, prima, o que for, basta ser do mesmo sexo, ou seja.
Não preciso desenhar? Não é?
Sim, estou dizendo, e afirmando, que todos nós um dia já chegamos a sentir algo por alguém do mesmo sexo.
Gente, uma admiração.
Um desejo.
Um encantamento.
Qualquer sentimento.
De cara todo mundo vai negar, mas no fundo, todo mundo vai admitir.
Eu sei, eu levei um tempo pra entender isso também.
Mas tudo bem.
Compreendo.
Não estamos aqui para julgar.
E como diz a canção, acho que no fundo, todo mundo um dia, já se pegou cantando:

Acho que gosto de São Paulo
E gosto de São João
Gosto de São Francisco e São Sebastião
E eu gosto de meninos e meninas"

Quero aproveitar e deixar bem claro, que sou a favor do amor, seja ele como for.
Sou a favor do bem, seja ele onde e como for.
Não suporto quem se diz acima do bem e do mal a ponto de não compreender e tão pouco desprezar o assunto.
O amor ele não tem limites e fronteiras, simplesmente acontece, pura e simplesmente quando e onde deve acontecer.
Seja onde for, e com que for.
Não deve ser negado, rejeitado.
Como um rio, corre, como fogo, arde, como uma cria cresce, como uma peste se prolifera.
Não escolhe raça, credo, raça, sexo.
Acontece.
Acontece.
Seja com quem for.
E vai ser lindo.

 Para todos que me mostraram que o amor livre é lindo, e a amizade é fundamental.
Eu desejo um amor, seja como for, com quem for, do jeito que der, que vier.
Simplesmente, eu desejo, 
Amor.