29/01/2015

Cuida de mim?*


.

Eu sou uma rocha.
Ô,  que dureza.
Mas água mole em pedra dura, tanto bate até que... né, então, se apaixona.
Coisinha hein?
Preciso cada dia mais do riso solto.
Dos cafunés.
De quem muito bem me quer..
De poder ser sem noção.
Dos suspiros de tranquilidade.
Cócegas na barriga.
Do barulho do sono.
Do olhar carinhoso.
Dias e Dias sem fim.
Aí de mim.
Bem, cuida de mim?

Todo mundo, necessita ter alguém para quem se dedicar, mimar e cuidar.
Nem que seja, a si mesmo.