03/03/2015

Dica*




Quando o estado é de calamidade mental.
De euforia desnecessária.
De exaustão do ser que não quer ser.
Aí é caso grave.
Anda.
Corre.
Grita.
Briga.
Chora.
Espera.
Consulta.
Se medica.
E se mesmo assim não resolver, anda, corre, grita, briga, chora e foge.

Pois não tem remédio nem solução não.

No momento, meio assim, sei lá, vamos se tratar para ver o que dá.




.

Nenhum comentário: