01/04/2013

sem título...*



Seja como for, demais ou aos poucos.
Entra e decifra.
Não exita.
Bagunce tudo, como o vento que bagunça o meu cabelo.

Saboroso enigma.





Nenhum comentário: