19/08/2013

Vai dar qualquer coisa, menos opinião...*



Já falei que abomino opinião?

Não?
Ainda não...
Então, é isso.
Odeio, detesto, que as pessoas venham com opiniões sobre mim ou minha vida em qualquer sentido que seja.
Deixando bem claro, que achar algo quando perguntam alguma coisa é diferente do que meter o bedelho na vida alheia com opiniões furadas... só pra diferenciar, okay? 
Se pararmos para pensar, somos todos donos de uma insignificância sem tamanho quando se trata de cuidar da vida alheia e opinar sobre.
Acredito que somos pessoas ansiosas, que não basta cuidar mal da nossa própria vida, temos que fuxicar e cuidar mal da vida alheia também.
É, isso mesmo, pois se nos dedicássemos com esmero a nós mesmos, talvez não teríamos tempo e sequer disposição para cuidar e se preocupar com a vida dos outros.
Ah, pode ser que o que nos leva a cuidar da vida dos outros seja a falta de interesse na mesmice de nossas vidas, acontece, é bem comum nos dias atuais, pelo que observo...
Isso é preocupante.
Mas eu oro por mim e por todos nesta condição.
Sempre, peço a força maior que nos guia, que toda vez que a gente sentir vontade de DAR uma OPINIÃO, que fiquemos pensativos por alguns minutos e com o bom senso que esta escondido em algum lugar em nós, possamos enxergar que só podemos fazer isso, se formos perfeitamente capazes.
Capazes, quando digo capazes estou me referindo a uma vida perfeita, sem danos, sem lastimas, sem incomodações, sem arrependimentos, pois só quem É PERFEITO é digno de opinar sobre a vida alheia.
Eu penso, que se tua vida é um exemplo tudo bem, mas agora se tu vive como se estivesse em alto mar em uma tormenta, ah me poupe, opinar sobre oquê?
Então, RECEITE aspirina, neusaldina, xarope, receita de bolo, receita de maionese, como plantar uma árvore, como cuidar de um cão,  mas nunca, em hipótese alguma, dê algum tipo de opinião para quem quer que seja, por melhor que tu possa pensar que seja, ou experiência que tenha.
Lembrem-se, muitas vezes é melhor entrar mudo e sair calado.
O silêncio vale mais que mil palavras. ( sempre finalizando com algo clichê, me amo.)
E se estiver afim de dar alguma coisa, dê tudo, menos OPINIÃO.
( vamos combinar que existem coisas bem mais interessantes para dar do que opinião furada...)



Nenhum comentário: